Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Como Ligar-se

A ligação nova de água pode ser solicitada via Call Center ou diretamente no escritório da localidade.

No momento da solicitação, será necessário informar o seu CPF ou CNPJ, endereço completo do imóvel a ser abastecido e o endereço atual do solicitante.

O CPF ou CNPJ do solicitante não pode estar suspenso ou cancelado e nem possuir dívidas junto à Corsan. A numeração do imóvel deve estar fixada e visível na testada do imóvel e deve ter caixa de correspondência.

Após o pedido, será realizada uma vistoria no local a fim de verificar se existem condições técnicas para o abastecimento. Essa vistoria é realizada em até 10 dias contados a partir da data da solicitação, sem necessidade de acompanhamento por parte do usuário.

Após a realização da vistoria, será encaminhada uma correspondência ao solicitante a qual dará ciência do resultado da mesma e, em existindo viabilidade técnica, o usuário deverá comparecer ao escritório local no prazo máximo de 30 dias, para apresentar documentação que comprove vínculo ao imóvel (Matrícula do imóvel atualizada ou Escritura Pública ou Contrato de Compra e Venda ou Contrato de Locação, ou outro), bem como a seguinte documentação:

*Se for Pessoa Física:
- Atualização do cadastro imobiliário ou termo de transferência do IPTU (obtido junto à Prefeitura Municipal), onde deve constar o número do imóvel e nome da - rua onde ele se encontra;
- Declaração da Secretaria Municipal competente de que não se trata de parcelamento de solo;
- Autorização para abertura de vala, obtida na Prefeitura;
- Cópia do RG e CPF do usuário.

*Se for Pessoa jurídica:
- Cópia do CNPJ e Contrato Social registrado na Junta Comercial;
- Documentação comprobatória de uso do imóvel (atualizada, com no máximo 30 dias);
- Declaração da Secretaria Municipal competente de que não se trata de parcelamento de solo;
- Autorização para abertura de vala, obtida na prefeitura;

*Se for terreno cedido por órgão público:
- RG e CPF;
- Autorização recente (até 30 dias), em papel timbrado, fornecida por órgão público, comprovando a respectiva cedência do imóvel;
- Declaração da Secretaria Municipal competente de que não se trata de parcelamento de solo;
- Autorização para abertura de vala, obtida na prefeitura;

*Em caso de óbito de titular, o herdeiro inventariante poderá fazer a solicitação através da assinatura do Termo de Posse Mansa e Pacífica. O atestado de óbito original, ou cópia autenticada, deve ser apresentado.

*Em caso de usucapião ou área verde e pendente de regularização o solicitante poderá fazer a solicitação através da assinatura do Termo de Posse Mansa e Pacífica, desde que apresentados os documentos emitidos pelos órgãos competentes.

Para ver os valores, acesse o Sistema Tarifário da Corsan.

CORSAN